Após adquirir um novo apartamento, os antigos clientes da designer de interiores Rúbia Vieira não tiveram dúvidas: a contrataram novamente para desenvolver o projeto do novo lar. Estavam saindo de um ambiente de 110m² para um maior, de 242m². Já conhecendo o gosto da família, a profissional teve carta branca para deixar a nova morada aconchegante, moderna e cheia de personalidade.

O imóvel foi todo reformado e passou por algumas mudanças na planta. “Aumentamos o lavabo, visto que ele era muito pequeno, e o closet do quarto de casal, diminuindo o tamanho do escritório. Além disso, o piso da varanda foi nivelado e criamos um buffet embutido na sala de jantar”, revela a designer.

CORES E TEXTURAS

O uso das cores nesse projeto reflete uma das características da família, a alegria. Levada de forma pontual para cada ambiente, os diferentes tons também destacam a personalidade e o gosto de cada morador.

Na cozinha, por exemplo, o laranja prevalece. A tonalidade foi escolhida para combinar com um acessório que a família trouxe do antigo apartamento: a geladeira – uma edição limitada da Consul. Usada de maneira bem elegante, a cor foi incorporada à porta, às cadeiras Charles Eames, aos azulejos, armários e alguns objetos. Para não ficar pesado, a junção de elementos neutros, como o piso em porcelanato cimentício, mesclado aos móveis em madeira e laca branca, deixaram o ambiente clean.

geladeira, peça-chave para a escolha da cor do ambiente

A sala de estar, por sua vez, ganhou a cor verde. A tonalidade foi usada mesclando elementos neutros, como o piso e os móveis, e confere ar de tranquilidade ao espaço.

Na área social, o painel de madeira de demolição e o móvel inferior já existiam e foram mantidos.

Para deixar o ambiente ainda mais harmonioso, foi criada uma abertura de porta pivotante, também revestida com madeira de demolição.

Para criar harmonia, a parede em frente também foi revestida com madeira de demolição. Destaque para a porta pivotante, incorporada ao projeto

SALA DE JANTAR

Integrada ao living, a sala de jantar foi desenvolvida a partir da concepção de um buffet de marcenaria. Com cores neutras e suaves, o espaço recebeu espelho, o que aumentou visivelmente o ambiente. Detalhe para a decoração pontual e minimalista, que harmoniza com a mobília.

Destaque para os objetos decorativos, que harmonizam perfeitamente com a mobília

QUARTOS E BANHEIROS

Na planta original havia quatro suítes. Uma delas foi ligeiramente diminuída para fins de melhorar o closet do casal (que fica atrás desse ambiente) e transformada no escritório. Vez ou outra o casal tem a opção de trabalhar em casa, daí uma bancada para acomodar duas estações.

O banheiro do escritório foi o único ambiente não reformado, por isso, não o mostramos aqui.

No quarto do casal, o desejo também era por mais cores – algo exatamente oposto ao que já existia quando da compra do imóvel, um quarto todo bege. Com muita personalidade e sofisticação, o desejo foi atendido.

A nova paleta de cores escolhida foi o verde e o roxo. A base neutra, vista no papel de parede, no piso laminado e nos móveis, garantiu a delicadeza e leveza ao ambiente, e foi escolhida também para a poltrona, cortinas, roupa de cama e marcenaria.

Detalhe para a porta de correr preta, uma verdadeira obra de arte, que garante a personalidade do ambiente.

A porta de correr mantém a privacidade e separa o closet do quarto do casal
Detalhe da porta, uma verdadeira obra de arte

No banheiro do casal, tanto no piso quanto na parede, foi usado porcelanato com textura amadeirada, que em conjunto ao mármore da bancada garantem charme e elegância ao espaço.

Os outros dois quartos são das filhas, uma de oito e outra de dezoito anos. Ambas escolheram as cores que queriam para seus espaços. A mais nova queria um ambiente rosa.

Utilizando diferentes tonalidades, a cor foi incorporada numa bela pintura em forma geométrica, que traz a neutralidade do cinza, para não deixar o ambiente muito infantil. A poltrona rosa e alguns outros acessórios também levam a cor, que a pequena tanto adora.

No banheiro desse quarto a designer fez uso dos revestimentos na cor desejada e deixou o ambiente delicado, para atender aos desejos da dona do espaço.

Já a mais velha fez um pedido peculiar: um quarto verde água e preto. Para atender ao desejo, o verde água foi aplicado numa tonalidade bem pura. Já o preto, foi usado no papel de parede, com fundo branco, numa padronagem que não pesasse tanto no ambiente. O quadro sugerido, além de seguir a paleta de cores desejada, trouxe feminilidade ao ambiente e tornou-se elemento de destaque na parede.

O uso dos tijolinhos em zigue-zague no banheiro levou à descontração necessária ao projeto.

Neste banheiro, destaque para o uso em zigue-zague dos revestimentos na área do box

LAVABO NÃO CONVENCIONAL

Para a nova residência, Rúbia projetou um lavabo diferente, queria fugir dos projetos convencionais. Para isso, utilizou porcelanato que reproduz a madeira e levou o verde, em forma de plantas permanentes. Para não usar a cuba esculpida, a opção foi usar torre de louça com torneira de chão, o resultado ficou surpreendente.

Hoje mostrei esse projeto cheio de personalidade feito para uma família que não dispensa o uso da cor. Para conhecer mais sobre o trabalho da designer de interiores Rúbia Vieira visite o instagram dela clicando aqui.

Semanalmente são publicadas novas histórias sobre projetos incríveis como esse! E se você gostou ou tem alguma dúvida, deixe seu depoimento nos comentários. Aproveite e acompanhe a minha rotina no perfil @giselerampazzo.

Vejo você no próximo post!